segunda-feira, 6 de abril de 2009

Coisas erradas

Penso, logo existo! Mas até quando pensar somente nos torna real. Até que ponto somos aquilo que pensamos. Até que ponto fazemos aquilo que desenhamos em nossas mentes. Alguns autores afirmam que não sabemos comandar nossos pensamentos, e acho que eles estão certos.

Ontem mesmo disse o que jamais um amigo deve dizer a outro. Mesmo eu achando que tenho razão, não era o meu papel falar aquilo, não naquele momento. Colocamos de uma maneira tola, em meia dúzia de palavras uma amizade engrandecedora, uma relação maravilhosa. Por quê? Eu penso (me referindo ao pensar do início) que buscamos o tempo todo estragar tudo. Seja conosco mesmo, seja com os nossos familiares, amigos e claro, nossos relacionamentos. Sabemos que não devemos fazer aquilo, mas, vamos lá e fazemos.

Algo inesplicável, acho que não! Somos seres humanos e estamos a todo instante fazendo coisas erradas. Pedir desculpas as vezes não serve, tentar reparar é ainda pior. Eu sinceramente não sei o que devo fazer. Esperar, afinal o tempo é a arma dos convardes ou dos sábios? Também não sei. Só sei que sou assim!

Mil desculpas....

5 comentários:

Bruna disse...

Bahh...

passei por isso esse final de semana mesmo...

estou realmente o tempo todo querendo estragar tudo e quando vejo já quero arrumar as coisas mas acabo estragando ainda mais!!


deve ser a tpm...eu me odeio!

Julio Marin disse...

E eu Bruna.... será que tbm tenho TPM. Pra mim, a Lua é que deveria estar cruzada com algum astro que nos inlfuenciou, ou algo do tipo...

Bjs

Flávia Souza disse...

O tempo é a arma dos sábios.. não precise de muito pra aprender isso!

Muito bom o texto!
Beijo!!

exoticlic.com disse...

acho que somos o que pensamos porque quase todo pensamento se torna uma crença então como vc sabe vc eu todos nós somos aquilo que acreditamos ser!

ganhou uma nova seguidora =D

Airton disse...

opaa
cara manero teu blog
axei la pelo exotlic....
da uma passada no meu eh de cinema e publicidade
abraçoo

http://publicandobr.blogspot.com

Olhos atentos