terça-feira, 5 de maio de 2009

Tenho que comentar


Deixei esse papo em estado de espera. Não tinha a intenção de me posicionar publicamente, pois poderiam me achar louco... ou coisa do tipo (mesmo sendo). Não sou de tomar partido para tudo, somente algumas coisas de grande importância. A política sempre me encantou, mas mesmo assim, prefiro analisá-la com distanciamento.

O que me refiro, no entanto, é o caso dos mercados de Santa Maria ficarem fechados aos domingos. A explicação vem dos sindicatos dos comerciários que a legislação não é cumprida. Peraí!!! Vamos por parte como diriam os esquartejadores. Primeiro, se a lei não é cumprida, existem órgãos chamados Ministério do Trabalho e Justiça do Trabalho para quê? Não acho essa afirmação contundente, porém como opinador que sou, prefiro averiguar os fatos.

O que sei, é que os mercados de menor porte, e no caso às redes de super-mercados locais, não cumprem exatamente com a lei. Mas temos redes de grande porte em Santa Maria, e é do meu conhecimento que estas trabalham com o famoso e muito bem aprovado em lei: banco de horas. Quer dizer, o funcionário é contratado para trabalhar x horas e tem direito a y folgas, tendo que cumprir z horas no final de semana.

Qual é o problema??? Não sei. Ouvi dizer que é trabalho escravo, é desumano alguém trabalhar aos domingos. Sinceramente, eu também não gostaria, mas é um direito do consumidor, do empresário que este estabelecimento fique aberto aos domingos. Não vale esta ressalva municipal medíocre e eticamente fora de todos os pressupostos da legalidade, pois fere largamente os direitos dos empresários e pior, o meu direito enquanto consumidor. Pra mim, a escravidão colocada pelo sindicato é sensacionalista e ultrapassada (eles não conhecem trabalho escravo) . Se os mercados não são essenciais aos domingos, então não precisamos dos seguranças privados, farmácias abertas, cinema, restaurantes, bares, etc. Só iremos manter os hospitais, sem nenhuma secretária, só enfermeiros e médicos, e as Igrejas, já que é o tal dia do descanso. Convenhamos, tudo tem limite!!!

Acabei de assinar o baixo-assinado no calçadão de Santa Maria, para quem quiser apoiar a causa, o pessoal está com uma camiseta escrita em vermelho ABERTOS.

4 comentários:

Valmique disse...

Oi Júlio!

Valeu pela visita no MUZA BLOG. Volte sempre!

Gostei do seu blog!Bacana!

E é isso aí: a gente deve se envolver sim com o que nós acreditamos. E assinar abaixo-assinados é uma bela e eficiente forma de se envolver!

Depois envia e-mail, tem lá no MUZA,para trocarmos mais idéias.

Abraços!
Valmique

Mariposo-L disse...

Julio, não entendi direito se o mercado não abre pois os funcionários não querem trabalhar no domingo, se a prefeitura não quer que abra ou o dono do mercado não quer abrir ... De toda forma já trabalhei em muitos domingos ...

Um abraço

Julio Marin disse...

EHHHH
Desculpe.... as vezes acontecem os ápices de insanidade e eles são repassados aos meus pequenos textos...

Os mercados não abrem pois o sindicato promoveu uma medida municipal que por meio do ministério público multaria as empresas que abrissem aos domingos. Só poderiam ficar abertos os que a própria família trabalha... Um absurdo gigante...

Abraços

Latinha disse...

Se não me falha a memória.. a lei diz que o funcionário tem que ter direito a um descanso semanal remunerado, que não necessariamente precisa ser no domingo...

Pode não ser exatamente gostoso tabalhar no domingo, mas faz parte e eu acredito ser necessário. Em alguns lugares tenho visto exatamente o contrário. Pessoas brigando porque querem trabalhar nos domingos e feriados...

Estou solidário! ;-)

Abração

Olhos atentos