sábado, 6 de dezembro de 2008

Uma nota 10

O objetivo de todo estudante, até aquele mais desatento e preguiçoso é a nota 10. Ninguém nunca quis, mesmo que diga, uma nota 7. Muita gente vem com aquela conversinha e tal, por vezes até eu me utilizei desta estratégia de enganação, pois sabemos que não teríamos mesmo capacidade para ficarmos com a nota máxima.

Essa tão desejada nota 10 faz parte de muitas discussões. Alguns tem como premissa que somos incapacitados de ser tão bom para merecermos o 10; outras a observam como reconhecimento por um percurso, por um trabalho bem construído e por que não, um icentivo moral para seguir em frente.

Eu particularmente acredito que a nota 10 pode ser aplicada. E é tão bom receber um 10. Olhem só: Um amigo defendeu seu trabalho de conclusão de curso - a monografia - na quinta-feira. Durante o semestre além de produzir a monografia, trabalhou como editor de um jornal e implantou um projeto multimídia para o mesmo, fez 7 disciplinas, e saiu bastante, se divertiu. A banca, mesmo com algumas correções e questionamentos pertinentes para o entendimento, a banca considerou o trabalho nota 10. E pessoal, foi uma situação indescritível. Todos estávamos imóveis, não sentíamos nossos corações baterem. A felicidade inundou a todos.

Depois veio as comemorações e só posso dizer, que um 10 nos liberta, nos faz não pensar, nos faz bem. O melhor, ele não precisa ser seu, pode ser do amigo ou de alguém que você gosta muito. Vamos dar 10 para as pessoas, vamos confiar naquilo que os outros fazem, claro, se eles fizerem por merecer.

Abraços

4 comentários:

Ana B. disse...

tá aí a sensação que eu não conseguia explicar: meu coração parou de bater ao ouvir aquele 10! e foi muito bom dividir esse momento contigo Julio, melhor ainda ler esse teu texto, uma bela homenagem pra um guri que merece!
bjão

Bruna disse...

quem nunca esperou por uma nota dez heim???


peena que ela nunca tenha vindo pra mim...

no máximo 9,8...


=/

Anônimo disse...

Sou bastante crítica em relação a receber uma nota 10. Acho que nossos trabalhos sempre podem ser melhorados.
Mas uma nota 10 também serve de estímulo para seguir em frente! Então, eu digo: se os mestres em rádio de Santa Maria disseram que é nota 10, quem sou eu para discutir!

Bjs!

Anônimo disse...

Acho 10 subjetivo em monografias, dissertações, teses. Mas é inegável o quanto ele faz bem. Afinal, 10 significa (em nosso imaginário) perfeição, logo, que esgotamos as possibilidades e o que vem a seguir é comemoração mesmo. Daqueles de lavar a alma. Ah, lavar a alma, tão bom
Parabéns ao seu amigo!! :)
Beijos, meu querido!
Luiza Ketermann!
Ando sumida, eu sei...

Olhos atentos